Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

riscos_e_rabiscos

.

.

Pepperices!

No fim de semana apeteceu-nos regressar às origens em termos gastronómicos (como podem verificar pela foto do post anterior) e fomos abastecer.nos ao supermercado.

 

Um dos pratos que nos apeteceu foi carne de porco à alentejana. Temperámos a carne com os condimentos devidos; sal, alho louro, colorau e no fim massa de pimentão. Quando chegou à altura do colorau, achei estranho a carne não ficar com a tonalidade típica que a especiaria lhe dá. Ai não dás cor? Então vamos colocar mais! E assim foi... Tchec... tchec... tchec... e cairam mais uns pózinhos.

 

Cozinhei a carne, levei para a mesa e servimo-nos. E foi aí que descobri porque é que o colorau não dava cor à carne:

 

Eu - Parece que sinto um ligeiro picante...

N. - Só se for do alho...

Eu - Não me parece. Não colocaste nenhuma malagueta?

N. - Eu não!

Eu -Que estranho...!

 

Levantei-me e fui até à cozinha e peguei no frasco do colorau... Senti-me enganada! Então não é que o colorau não era mada mais, nada menos do que piri-piri moído?!?! Se vissem a quamtidade que coloquei na carne...! E nós não apreciamos nada picantes.

 

Eu juro que no supermercado tirei aquele frasquinho da caixinha do colorau! Juro!

 

 

Comentar:

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.